Operação Centauro | EDL do Curso de Cavalaria

Operação Centauro | EDL do Curso de Cavalaria


“Se suas fotos não estão boas o suficiente, você não está perto o suficiente.”

Robert Capa

Nunca tinha tomado tanta chuva na minha vida. Foram horas andando e percorrendo as oficinas, debaixo de muita água, falhando miseravelmente entre me proteger do gás lacrimogêneo e manter a câmera seca. Ah, e ainda registrar tudo isso.

No fim, o registro deu certo. Eu e a câmera sobrevivemos também. O efeito do gás passou.

Isso é da série: das coisas que não te contam ou você não imagina. Quantas pessoas estão dispostas a fazer o que você faz? Pense nisso quando estiver desmotivado. Nessa situação, é válido olhar para trás e ver tudo o que passou.

Quando você acha que alcançou o seu limite, algo te mostra que é possível ir além. E isso será necessário para os desafios futuros.

O Exercício de Desenvolvimento de Liderança (EDL)

O Exercício de Desenvolvimento de Liderança (EDL) tem como objetivo desenvolver a liderança do militar em situações extremas de desgaste, semelhantes àquelas que seriam enfrentadas em uma situação de combate real. Os cadetes do terceiro ano da AMAN – de todos os cursos (Infantaria, Cavalaria, Engenharia, Artilharia, Comunicações, Intendência e Material Bélico) – devem passar por esse exercício. Cada curso organiza o seu próprio EDL, em diferentes datas durante o ano letivo.

Segundo o coordenador de instrução do 3º ano do curso de Cavalaria, Capitão Motta Mattos, “há uma série de fatores que afetam o combatente em uma situação de guerra, como o isolamento e o próprio risco de morte. Assim, em um ambiente controlado, os cadetes atingem um nível de estresse semelhante, por meio da execução de atividades físicas intensas, exposição à condições meteorológicas desgastantes e a incerteza em relação às atividades, por exemplo”.

Ao final, são executadas as oficinas, onde os cadetes são avaliados. “O sistema de rodízio nessas oficinas permite que todos os instruendos sejam avaliados nessas mesmas condições, ainda que em oficinas diferentes, pois as atividades são planejadas de modo que seja possível avaliar todos os cadetes nos mesmos aspectos”, afirma.

A longo prazo, a importância desse exercício se reafirma, pois vai ao encontro do principal objetivo da formação. “Formar chefes militares capazes de liderar homens para o combate”, conclui Capitão Motta Mattos.

O descanso que durou alguns minutos.

O fim

Seria o fim, mesmo? O que viria depois? Um “Furacão”, talvez?

Vocês já sabem a resposta. Um passo de cada vez.

Laços de Honra – O outro lado do Exército é um projeto fotográfico que retrata a formação do oficial combatente do Exército Brasileiro. A série fotográfica contempla as quatro escolas da linha de ensino militar bélico: a Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) e a Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME).

 

Um comentário

  1. GLADSTONE THEMOTEO MENEZES BRITO DA SILVA disse:

    Sensacional!! Tempos maravilhosos!! Aproveitem, se preparem, vivam essa fase a cada instante, porque será inesquecível!! Aço!! Xingú!! Cel Gladstone (Eng 90).

Deixe uma resposta para GLADSTONE THEMOTEO MENEZES BRITO DA SILVA Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *